Início » Pronome: o que é e como usar
Pronome

Pronome: o que é e como usar

Está cansado de ter dúvidas sobre pronome? Não se preocupe! Muitas pessoas possuem dúvidas sobre essa classe gramatical, porém estamos aqui para solucioná-las. Desse modo, nesse post daremos dicas e informações importantes sobre pronome, o que e como usar. Portanto, chega de perder tempo, não é mesmo? Mude de uma vez por todas a sua relação com a gramática.

Exploraremos os pronomes. Ademais, fazem parte de uma classe gramatical muito importante para a língua portuguesa. Os pronomes possuem a capacidade de substituir os substantivos em uma frase. Além disso, também podem ser usados como complemento. Desse modo, são divididos em classes. São elas: pronomes de tratamento, pessoais, demonstrativos, possessivos, indefinidos, relativos e interrogativos.

Bom, mas começaremos do início para que o estudo se torne mais eficiente. Ademais, é com a base que se começa. Nesse post daremos várias informações que irão te ajudar a entender melhor essa classe gramatical. Desse modo, aliado com alguns minutos de estudo por dia, em pouco tempo estará sabendo tudo sobre eles, os pronomes. Portanto, o que é um pronome? Constate a resposta a seguir.

O que é um pronome?

Ok, já sabemos que os pronomes fazem parte de uma importante classe gramatical da língua portuguesa, mas o que eles são? Os pronomes são palavras que possuem a capacidade de acompanhar os substantivos. Além disso, podem ocupar o lugar deles substituindo-os diretamente ou indireta, ou até retomá-los ou remeter-lhes. Desse modo, são separados em tipos: possessivos, interrogativos, demonstrativos, pessoais, relativos e indefinidos.

Por exemplo, quando você diz a frase “eu gosto de chocolate”, o “eu” substitui o seu nome. Desse modo, veja só, você acabou de usar um pronome! Então, sim! O uso de pronomes em nossa fala é mais comum do que podemos imaginar. Ademais, os pronomes são palavras que podem substituir ou acompanhar outras. Desse modo, são muito úteis. Além disso, acompanham principalmente os substantivos.

Por isso o “eu” substituiu o seu nome na frase. Embora o seu nome seja único, ele pode ser substituído. Porém se você estiver com dúvida sobre o que é pronome, vale a pena analisar a palavra com bastante atenção. Veja só, “pro” quem dizer “em função de”. Portanto, substituindo na palavra, pronome que dizer “em função do nome”.

Como usar pronome

Como já dito anteriormente, existem 6 tipos de pronome. Sendo eles: os pronomes pessoais, demonstrativos, possessivos, indefinidos, relativos e interrogativos. Portanto, veja a seguir um pouco sobre cada um desses tipos de pronome e saiba como usá-los.

1 – Pronomes pessoais

Pensaremos nesses pronomes como se fossem um elemento chave em um diálogo. Por exemplo, imagine que você está conversando com o seu pai sobre um primo. Os pronomes pessoais farão a função de determinar diretamente as pessoas no diálogo:

  • Quem fala: 1.ª pessoa, “eu” no singular ou “nós” no plural;
  • Com quem se fala: 2.ª pessoa, “tu/você” no singular ou “vós/vocês” no plural;
  • de quem ou do que se fala: 3.ª pessoa, “ela/ele” no singular ou “elas/eles” no plural.

Desse modo, esses são as palavras definidas como pronomes pessoais. Ademais, elas podem indicar três pessoas do diálogo: eu, tu, ele, nós, vós, eles. No entanto, o nosso modo de falar mudou. Portanto, é difícil alguém em nosso país utilizar o “vós”. Desse modo, com o tempo o substituímos por “vocês”. Ademais, se atente a um fato, os pronomes pessoais também são pronomes substantivos.

2 – Pronomes demonstrativos

Os pronomes demonstrativos, como o próprio nome já diz, ele demonstra algo. E isso se deve ao fato dele ser responsável por indicar a localização dos objetos no tempo ou no espaço.

Desse modo, a dinâmica de como ele funciona é simples. Imagine que você esta pensando em uma palavra para assinalar ou localizar algo em seu diálogo. Tem grande chance de você encontrar como palavra um pronome demonstrativo para encaixar nessa situação.

Portanto, se o ser em questão estiver próximo do locutor ou do interlocutor, você poderá usar os seguintes pronomes demonstrativos:

  • 1.ª pessoa: isto, este, esta, estes, estas;
  • 2.ª pessoa: isso, esse, essa, esses, essas.

No entanto, se o objeto ou ser em questão estiver distante do locutor, ou do interlocutor, use:

  • 3.ª pessoa: aquilo, aquele, aquela, aqueles, aquelas.

3 – Pronomes possessivos

Para um melhor entendimento, começaremos com exemplos. Portanto, observe os pronomes possessivos e a relação de cada um com a pessoa do diálogo:

  • Eu: meu, minha, meus, minhas;
  • Tu: teu, tua, teus, tuas;
  • Ele: seu, seus sua, suas;
  • Nós: nosso, nossos, nossa, nossas;
  • Vós: vossa, vosso, vossos, vossas;
  • Eles: seu, sua, seus, suas.

Como você pôde observar, os pronomes possessivos são os responsáveis por indicar a relação de posse entre um objeto ou ser a uma pessoa. Por exemplo: “essa mochila é minha” ou “me empresta o seu lápis?”. Bem tranquilo, não é? Assim como o nome já diz, pronome “possessivo”, use-o para indicar “posse”.

4 – Pronomes indefinidos

Dessa vez também pensaremos qual é o significado por meio do nome. Pronome “indefinido”, assim como já diz, ele dá nome aquilo que não foi definido. Um bom exemplo é pensar nas mensagens de indiretas que vivem circulando nas redes sociais. Veja:

  • Certas pessoas nunca saberão sobre o amor”;
  • algumas mulheres sabem de tudo, mas fingem que não”;
  • tanta gente quer ser amada, mas poucas querem amar”.

Esses pronomes se referem a substantivos, mas não os definem. São exemplos de pronomes indefinidos: alguém, ninguém, algum, nenhum, certo, vários, tanto, quanto, qualquer, tudo, nada, todo, outro, muito, pouco, cada, demais.

5 – Pronomes relativos

Os pronomes relativos são responsáveis por substituir as palavras empregando termos que não fiquem muito repetitivos. São pronomes relativos: o qual, a qual, onde, que, quem, os quais, as quais, cujo, cuja, cujos, cujas, quanto, quantos, quantas, entre outros.

Ex: “quero comer naquele restaurante que custa caro”.

Leia mais: Verbos: o que é, como conjugar e evitar erros

6 – Pronomes interrogativos

Os pronomes interrogativos são usados para ajudar a montar as perguntas. Veja exemplos de pronomes interrogativos: qual, quais, que, quem, quanta, quanto, quantas e quantos.

Ex: “Que dia será o show?”.

Fácil, não é mesmo?

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.