Início » 5 dicas para se dar bem em um processo seletivo
dicas para se dar bem em um processo seletivo

5 dicas para se dar bem em um processo seletivo

Em um processo seletivo é necessário ter alguns cuidados, por isso separamos 5 dicas para se dar bem em um processo seletivo. Todos os dias temos novos trabalhadores entrando no mercado de trabalho, porém alguns ainda não possuem experiência com entrevistas,por isso essas 5 dicas para se dar bem em um processo seletivo são o maior presente que você pode receber.

Dicas para se dar bem em um processo seletivo: contudo, é comum iniciarmos em vagas como o estágio, programa de menor aprendiz ou até mesmo de um cargo inicial, mas isso só acontecerá se você for o melhor no processo seletivo.

Mas não se preocupe, pois se você é novato eles sabem que você não possui experiência profissional e considerarão o seu potencial, sua formação, mas principalmente suas qualidades apresentadas ao longo da entrevista. 

Primeira Dica: Saiba falar sobre os seus defeitos

Se analisarmos algumas entrevistas com recrutadores eles geralmente gostam de questionar quais são os nossos defeitos, porém isso pode deixar muitas pessoas paralisadas, afinal você quer aquele emprego e dizer os seus defeitos pode comprometer essa tentativa. 

Entretanto, ser sincero nesta resposta é primordial, pois eles esperam que você possa demonstrar que se conhece bem e dizer que você é “perfeccionista” é algo que não agrada muito os recrutadores. 

Certamente você não precisa ficar frisando os defeitos ao longo da entrevista, fique a vontade para ser objetivo, sem ênfases, apenas citando-os, embora seja importante mostrar como você enfrenta esses problemas e trabalhar para melhorá-lo, como por exemplo através de esportes ou terapia.

Segunda Dica: Seja Sincero

Anteriormente na primeira dica já mostramos que os recrutadores gostam quando você fala a verdade até mesmo sobre seus defeitos,  por isso a segunda dica não poderia ser diferente, seja sincero! 

Primordialmente não minta, pois o nosso corpo fala e desta forma o recrutador poderá perceber qualquer atitude mais suspeita. Converse olhando nos olhos, manter a calma é muito importante e sempre fale com clareza. 

Certamente você não precisa ficar frisando os defeitos ao longo da entrevista, fique a vontade para ser objetivo, sem ênfases, apenas citando-os, embora seja importante mostrar como você enfrenta esses problemas e trabalhar para melhorá-lo, como por exemplo através de esportes ou terapia.

Terceira Dica: Fale e Escreva muito bem

A fim de se sair bem neste processo é importante que você fale e escreva muito bem e treine em sua casa. O domínio desta duas ações demonstra que você sabe se expressar muito bem.

Sobretudo, algumas empresas solicitam que seja feita uma redação. Esse pedido pode ser muito comum em áreas onde será necessário que você escreva muito bem, e caso você tenha esquecido como fazer uma, é bom revisar as aulas de portugues. 

Ainda sim, os temas podem variar, sendo comum que você escreva porque essa empresa deve lhe contratar e para que você conte todas as suas experiências anteriormente, tanto profissional como acadêmica. 

Quarta Dica: Evite gírias e vícios de linguagem

Como dito na dica anterior, falar e escrever bem é muito importante e para um domínio completo da língua portuguesa você precisa evitar gírias e vícios de linguagem no processo seletivo. 

O ambiente que pretendo ingressar é profissional e por isso não há como sua linguagem ser como a do dia a dia com meus familiares e amigos. Pense sempre em dar boa impressão ao recrutador e mostrar educação. 

Os candidatos que mostrarem domínio na língua portuguesa, se comunicarem muito bem sem gírias, vícios de linguagens ou palavrões, com certeza sairão na frente dos demais no processo seletivo. 

Quinta Dica: Trabalhe bem em grupo

Se você for um lobo solitário ou até mesmo virginiano essa tarefa pode ser um pouco mais desafiadora para você, pois é comum que pessoas assim tenham maior dificuldade em trabalhar em grupo. 

Você pode pensar que demonstrar liderança é algo positivo, e de fato é, porém existem momentos corretos. Algumas empresas colocam você em um exercício em grupo para ver como você lidaria com seus possíveis colegas de trabalho. 

Seria extremamente pejorativo contratar alguém em que não auxilie seus colegas, ou esteja sempre querendo passar por cima deles para ser o melhor. Às vezes é necessário desenvolver um trabalho em equipe, sendo assim se envolvem nas tarefas, mostre suas ideias de forma confiante, mas sempre respeitosamente. 

Leia mais: Conta grátis da Netflix – Como assistir filmes grátis.

Conclusão

Contudo, o mais importante em um processo de seleção é ser você, pois a empresa busca contratar pessoas que de fato tenham semelhança com aquele ambiente de trabalho, para que desta forma sempre mantenham a harmonia. 

Se você fizer uma entrevista para uma cooperativa eles irão esperar determinada atitude, em uma startup eles buscam um pouquinho mais de informalidade. 

É necessário que você se candidate em ambientes que irá se sentir bem e que de fato tenham a ver com o seu modo de trabalhar para que você não se frustre ou seja demitido. 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.